Junta de Freguesia de Carregueiros

Rancho Folclórico S. Miguel


Com o objectivo de ocupar a mocidade da nossa terra numa atividade cultural, resolveu o Centro Recreativo e Cultural da Freguesia de Carregueiros, criar o Rancho Folclórico de S. Miguel. A sua primeira atuação aconteceu em 27 de Julho de 1980 tendo sido apadrinhado pelo Rancho Folclórico “As Lavadeiras” do Sabugo da região de Sintra e amadrinhado pela Senhora Julieta de Sousa referência incontornável na aldeia naquela época.

Como se pretendia enveredar por um caminho sério, o grupo sob a orientação da Federação do Folclore Português, procedeu a imensas recolhas por toda a região de, músicas, cantares, danças, trajes, usos, costumes, gastronomia, utensílios, ferramentas, etc., das quais resultaram um vasto espólio que acabou por dar origem ao seu Museu Etnográfico, inaugurado a 08 de Maio de 1982.

Como reconhecimento por este trabalho, decidiu a Federação do Folclore Português, tornar o Rancho, seu membro efetivo de pleno direito, a 27 de Agosto de 1982.

O grupo está integrado na Região do Alto Ribatejo e, honra-se de representar hoje, com justa legitimidade o folclore e etnografia da zona em que está inserido - o norte do Ribatejo. Esta é uma zona de transição, sendo o seu folclore bastante marcado pelas Beiras devido sobretudo às migrações de trabalhadores rurais, pelo que nas suas danças de roda está bem patente essa influência, embora o povo da nossa região acabasse por lhe dar o seu cunho pessoal.

Os trajes reportam-se aos finais do século XIX e princípios do século XX, identificando-se com os usos e costumes da época, sendo Trajes de Trabalho, Domingueiros, Meia Senhora, Romaria, de Ir à Feira, de Ver a Deus e de Crianças.

Ao longo da sua existência, o Rancho Folclórico S. Miguel de Carregueiros tem participado em variadas representações etnográficas, em inúmeras festas e romarias do norte ao sul do país, e também em Festivais de Folclore nacionais e internacionais. É de salientar as apresentações já efetuadas em Espanha, França, Suíça e Açores.